AULA 1 – Introdução a Banco de dados

Banco de dados é um armazém de dados organizado. Temos vários tipos de bancos de dados de acordo com suas formas de organização e acesso aos dados.

Tipos de banco de dados:

  • Banco de dados tabular
  • Banco de dados em rede
  • Banco de dados hierárquico
  • Banco de dados relacional

 

SGBD

Um banco de dados é criado,atualizado, mantido e consultado através de um  software chamado  sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD).

Eles são compostos de recursos de criação, extração, processamento e organização de dados.

*O Microsoft Office Access é um sistema gerenciador de banco de dados.

 

Recursos de criação, extração, processamento e organização de dados

Estes recursos permitem aos usuários criarem bancos de dados,  tabelas, relacionamentos, exportar e importar os dados, criar estruturas para extrair de modo personalizado e seletivo os dados armazenados, além poderem fazer cálculos lógicos e matemáticos com os dados extraídos(consultados).

Alguns sistemas gerenciadores de banco de dados (SGBD) disponibilizam estes recursos de um modo mais simples e intuitivo para o usuário, isto usando menus, opções e botões na tela do sistema.

Alguns SGBDs também utilizam linguagens de programação próprias, onde usamos sequências comandos de texto (scripts) para extrair, processar e atualizar tabelas, registros e outros objetos no banco de dados.

Exemplos de SGBD:

  • *Microsoft Office ACCESS
  • Microsoft SQL Server
  • Oracle
  • PostGree
  • MySQL

*O Microsoft Office Access é um sistema gerenciador de banco de dados relacional.

 

Banco de dados Relacional

Num banco de dados relacional os dados são armazenados e visualizados em forma de tabelas e os dados das tabelas no banco podem se relacionar entre si criando uma dependência entre eles. As relações também permitem que seus usuários possam inserir e ver os dados armazenados de várias formas diferentes.

Um banco de dados relacional é principalmente formado por:

  • Tabelas
  • Relações entre tabelas

 

TABELAS

Estruturas bidimensionais formadas por colunas e linhas onde os dados são organizados e agrupados a fim de armazenar uma informação. Cada tabela é direcionada a um tipo de informação que desejamos armazenar e controlar.

As tabelas garantem que os vários tipos de informações armazenadas pelo banco de dado sejam organizados separadamente, tornando mais fácil inserir e consultar as informações.

Coluna:

Cada coluna contém uma parte da informação armazenada por uma tabela.

Campo: Cada coluna de uma tabela, cada campo armazena um tipo de dado específico de dados.

Tipos de dados: Caracter (Símbolos alfanuméricos), Número, Data e Hora, Booleano( sim ou não).

Linha:

Cada linha contém todos os conjuntos de dados que formam a informação a armazenada.

Registro: Cada linha de dados armazenados em uma tabela do banco de dados.

 

Campos Chave:

Campo da tabela usado para que a informação armazenada em uma tabela possa ser relacionada com um campo ou registro de outra tabela num banco de dados, criando assim um relacionamento e uma dependência entre tabelas.

Um campo chave armazena um dado que nunca se repete numa tabela, isto garante a consistência dos registros armazenados numa tabela, evitando também o armazenamento de informações duplicadas.

Tipos de campos chave de uma tabela:

*Chave primária: Campo principal relacionado à informação que a tabela armazena.

Chave estrangeira: Campo relacionado a uma informação que está em outra tabela.

Observação:

*Toda tabela tem uma chave primária. Mas nem toda tabela tem uma chave estrangeira.

 

RELAÇÕES ENTRE TABELAS

Os registros contidos numa tabela podem depender ou se relacionar com outros registros de outras tabelas, criando uma relação em que um dado depende do outro para ser armazenado de modo organizado. Isto é possível através das chaves primárias e estrangeiras.

Temos três tipos de relações:

Um para Um: Nesta relação cada registro de uma tabela tem ligação direta com um registro de outra tabela.

Um para Muitos: Nesta relação um registro de uma tabela tem ligação com vários registros de outra tabela.

Muitos para Muitos: Nesta relação vários registros de uma tabela tem ligação com vários registros de outra tabela.